Historicism and Modernity in the Wake of Provincializing Europe

Saurabh Dube

 

Resumo:

Centrando-se em particular em Provincializing Europe (PE), este ensaio apresenta-se enquanto engajamento próximo e crítico com o trabalho de Dipesh Chakrabarty ao longo de quase duas décadas. Em primeiro lugar, rastreia a forma como as provocações de Chakrabarty inscrevem a pós-colonialidade e a modernidade enquanto procedimentos e perspectivas necessariamente contraditórias, contestadas e contingentes. Em segundo lugar, o ensaio indaga os caminhos que PE hesitantemente sugere e parcialmente ilumina, mas sobretudo persegue vias que o trabalho evitar tomar a fim de revelar os diferentes registos do historicismo, do hermenêutico e do analítico, incluindo a sua interação mútua e entrecruzamentos formidáveis, enquanto formador de conhecimentos modernos. Finalmente, estas disposições ajudaram a enquadrar as minhas próprias investigações em torno da modernidade. Entrelaçando impulsos analíticos e sensibilidades hermenêuticas, teoria e narrativa, estes esforços distinguiram entre, por um lado, os sujeitos da modernidade historicamente localizados como portadores de razões/entendimento heterogêneos, e, por outro, representações usuais do sujeito moderno enquanto insinuando uma racionalidade singular, sendo que ambas, em conjunto, assumem implicações mais vastas.

Palavras-chave:

Historicismo; modernidade; difference; analítico/hermenêutico.

Referência para citação:

Saurabh Dube. “Historicism and Modernity in the Wake of Provincializing EuropePráticas da História, Journal on Theory, Historiography and Uses of the Past, n.º 11 (2020): 63-79.

 


PDFPDF


< Práticas da História, nº 11 (2020)