“I watch it for historic reasons”: Representação e receção da Idade Média

“I watch it for historic reasons”: Representação e receção da Idade Média em As Crónicas de Gelo e Fogo e Guerra dos Tronos

Riccardo Facchini

 

Resumo:

Este artigo analisa as diversas perceções da Idade Média que inspiraram a série televisiva da HBO Guerra dos Tronos (HBO 2011-), baseada na série de livros de George R. R. Martin intitulada As Crónicas de Gelo e Fogo (1996-). O fenómeno será lido à luz do conceito de “medievalismo”, isto é, “a representação, receção e uso pós-medieval da Idade Média” (di Carpegna Falconieri 2011). Depois de uma pequena introdução sobre a relação entre Idade Média e cinema, irei analisar o novo modo como Martin compreende e representa os tempos medievais. Esta perspetiva diferente coloca no período medieval a desilusão e a alegada ausência de valores típicas dos tempos pós-modernos, frequentemente escondidas por trás de uma noção de “realismo” histórico. O resultado é a rejeição da idealização romântica da Idade Média que caraterizou a maior parte das produções do século XX.

 

Palavras-chave:

Medievalismo, Idade Média, Guerra dos Tronos, As Crónicas de Gelo e Fogo, Fantasia.

 


PDF(698k)PDF


< Práticas da História, nº 5 (2017)