The Deep Content of the Form

The Deep Content of the Form: Hayden White on “Freud’s Tropology of Dreaming”

Nancy Partner

 

Resumo:

O único artigo de Hayden White dedicado inteiramente ao trabalho de Sigmund Freud foca-se na obra A Interpretação dos Sonhos e, especificamente, nas “operações” de trabalho onírico através das quais a mente transforma os impulsos libidinosos em cenas, sons e eventos que o sonhador experiencia enquanto sonho. White identifica nas perspetivas interpretativas de Freud uma analogia com a base formal do seu próprio trabalho: os principais tropos que descrevem a forma do próprio pensamento. A apreciação de White sobre como o trabalho revolucionário de Freud em torno do significado dos sonhos revelou os aparatos linguísticos formais compreendidos em todos os níveis da representação é partilhada por outros pensadores, dois dos quais serão discutidos neste artigo: o filósofo Paul Ricoeur e o psicanalista Marshall Edelson. Ambos partilham uma compreensão de como a psicanálise ilumina a forma como a estrutura profunda de todos os artefactos culturais da linguagem tem origem em fontes mais profundas do que as que podem ser acedidas através da consciência, representadas pelas estruturas formais da metáfora, metonímia, sinédoque e ironia.

 

Palavras-chave:

Hayden White; Paul Ricoeur; Marshall Edelson; trabalho onírico.

 


PDF(624k)PDF


< Práticas da História, nº 6 (2018)