White reading Giambattista Vico

White reading Giambattista Vico: the false in the true and the ironic conditions of historiographic liberty

Maria-Benedita Basto

 

Resumo:

Este artigo analisa o capítulo que Hayden White dedicou ao modelo tropológico de transformação histórica de Giambattista Vico na sua seminal coleção de ensaios Tropics of Discourse. Focando a interpretação de White sobre o modo como Vico poderia inspirar uma história crítica da consciência historiográfica, demonstra-se que a sua leitura das poéticas da ironia de Vico abre espaço para uma tensão criativa entre o discurso e o mundo, que pode servir como enquadramento teórico para a liberdade e a crítica na historiografia

 

Palavras-chave:

Hayden White; Giambattista Vico; tropos; consciência.

 


PDF(609k)PDF


< Práticas da História, nº 6 (2018)