Liberty Dreamt in Stone: The (Neo)Medieval City of San Marino

Tommaso di Carpegna Falconieri

 

Resumo:

Este artigo apresenta uma primeira avaliação abrangente do fenómeno de medievalização da República de São Marino numa perspectiva comparativa, centrada no período entre 1884 (construção da nova Câmara Municipal de São Marino) e os anos do fascismo (1922-1943), que corresponderam à fase mais profunda da transformação de São Marino numa cidade neomedieval. Na verdade, São Marino possui não apenas uma história medieval, mas também uma identidade neomedieval. A aceitabilidade dessa proposição ficou clara em 2008, quando o centro histórico de São Marino foi inscrito na Lista do Património Mundial da UNESCO.

Palavras-chave:

Medievalismo, História Urbana, República de São Marino, História da Arquitetura.

Referência para citação:

Tommaso di Carpegna Falconieri. “Liberty Dreamt in Stone: The (Neo)Medieval City of San Marino.” Práticas da História, Journal on Theory, Historiography and Uses of the Past, n.º 9 (2019): 59-93.

 


PDF(2498)PDF


< Práticas da História, nº 9 (2019)